Home > CAUSAS AVON > Saiba o que rolou no Fórum Fale Sem Medo

Saiba o que rolou no Fórum Fale Sem Medo

O Fórum Fale Sem Medo reuniu nomes importantes na luta ao enfrentamento das violências contra às mulheres e estimulou o encorajamento coletivo. Vem saber mais:

Criado por Avon Brasil

O Fórum Fale Sem Medo, uma iniciativa do Instituto Avon e ONU Mulheres, aconteceu no dia 08 de Março e teve como tema “A voz das redes: o que elas podem fazer pelo enfrentamento das violências contra às mulheres”. O evento contou com a presença de nomes importantes no cenário de luta pelos direitos das mulheres e também apresentou os resultados de uma pesquisa inédita feita pelo Instituto Avon em parceria com a Folks Netnográfica.

A palavra da noite foi CORAGEM. Coragem para enfrentar, denunciar e entender que quem deve sentir vergonha é o agressor, não a vítima.

O Fórum teve início com a dupla que tem mais de 3 milhões de inscritos no canal do Youtube: Carol e Vitória. As cantoras fazem versões empoderadas para músicas machistas que denigrem mulheres e enaltecem a violência contra elas.

Na sequência, a mestre de cerimonia Adriana Couto, chamou ao palco o presidente da Avon no Brasil, Davi Legher, seguido por Eloisa Arruda, secretária de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo e Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon. Daniela, também falou sobre celebrarmos a coragem, pois ela quem permite uma mudança coletiva.

Logo em seguida foi a vez de Paolla Oliveira falar. A atriz defendeu o uso da internet para espalharmos amor em resposta ao ódio que os agressores espalham.

As ativistas femininas também foram muito citadas no Fórum. Uma das pessoas que ressaltou a importância desse trabalho de luta foi Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres.

Um dos momentos mais aguardados do evento foi a apresentação dos resultados da pesquisa inédita feita pelo Instituto Avon em parceria com a Folks Netnográfica. Renato Dolci e Débora Figueiredo apresentaram os resultados quantitativos e qualitativos. Um dos dados alarmantes que foi constatado nesse estudo foi que em 3 anos houve um crescimento de 126.000% de casos de violência nas redes sociais. Os preconceitos de raça, classe e gênero estão no topo da lista.

No evento, foram realizadas duas rodas de perguntas e respostas. A primeira foi formada por Mafoane Odara, coordenadora do Instituto Avon,  Manoela Miklos, curadora do blog #AgoraÉQueSãoElas, Fernanda Cerávolo, diretora criativa do Youtube, Nadine Gasman e Renato Dolci. Sem dúvida, a parte mais emocionante do Fórum foi durante essa roda de conversa, com o depoimento de Ana Lúcia, uma vítima de abuso sexual que expôs sua história. Ele pediu para dar seu depoimento no Fórum e assim encorajar outras mulheres a denunciarem e não sofrerem caladas e sozinhas.

A modelo e embaixadora do Instituto Avon, Luiza Brunet, também estava presente e falou um pouco sobre sua experiência como vítima de agressão. Ela lembrou que o Brasil é o 5º país onde mais se agride mulheres em todo o mundo.

Na reta final do evento, Adam Kahane, diretor da Reos Partners, deu seu depoimento e em seguida integrou a segunda mesa, agora mediada por Daniela Grelin, diretora do Instituto Avon. Junto a Adam estavam Nátaly Neri, cientista social e fundadora do canal Afros e Afins, Karina Masson, da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e Gabriela Manssur, promotora do Ministério Público de São Paulo.

Para fechar a noite, a senadora Vanessa Grazziotin falou sobre o machismo na política, a dificuldade de aprovar leis a favor das mulheres e o triste número de apenas 10% dos parlamentares brasileiros serem do gênero feminino.

O Fórum Fale Sem Medo foi um estímulo para as mulheres soltarem sua voz, se unirem e encorajarem umas às outras no enfrentamento da violência que tanto nos assusta. 

Quer ver o que rolou na íntegra? Clique aqui e confira o Fórum completo.

« 1 de 7 »